História 22

Conta a história, que um certo caçador, de nome João Galafoice, cansado de não caçar durante o dia, resolveu sair à noite, pra ver se tinha mais sorte. Sua mulher, Maria Gomes, avisou pra não sair a noite, que podia encontrar o Saci. Mas a fome era muita, e ele resolveu arriscar. Lhe disse Maria: se voce escutar um som de pau batendo na árvore, sai correndo, que é o Saci querendo saber se a árvore resiste ao próximo raio. Não deu outra, no meio da floresta escutou a batida de um pau na árvore. Quando ele pensou em correr, o Saci já tava falando com ele, e disse: O que voce faz aqui agora? Respondeu João Galafoice: Eu sou muito pobre, e nao estou conseguindo caçar de dia, entao vim aqui pra caçar de noite. O negrinho perguntou: Você tem fumo? João Galafoice disse: Nem tenho, nem não tenho....depende.... O Saci disse então: Se toda noite você me trouxer fumo, eu sempre lhe trago caça.  E assim foi, por um longo período, até que se acabou o fumo de Joào Galafoice, que pra tentar enganar o Saci, foi pra floresta com cocô de cavalo. Ao dar a primeira baforada, o Saci disse: Que fuminho fedorento!!!!  E foi-se embora. Na noite seguinte, o Saci não voltou...nem na outra, nem na outra.... Até hoje João Galafoice anda por aí, com um saco nas costas, procurando o negrinho. Tem gente que pensa que é pra roubar crianças...que nada!! Ele leva um monte de fumo, procurando o Saci, pra trocar por caça..."

 
A terra sem males existe em todo lugar...

 

Chico Nogueira, da Companhia Mambembrincantes Rodovia DF-250 km 03

Condomínio Euler Paranhos Avenida da Floresta, Chácara Samaúma

CEP 73007-994                 (61) 8129-4214         / 8162-8450

<< voltar